Ligue-se a nós

Atualidade

Bolsonaro pediu desculpas a deputada por ter dito que ela “não merecia ser violada” por ser muito feia

Publicado

Foto: Facebook Jair Messias Bolsonaro

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, pediu hoje desculpas publicamente, por determinação judicial, à deputada Maria do Rosário, do Partido dos Trabalhadores, por ter afirmado, em 2003, que ela “não merecia ser violada”.

“Em razão de determinação judicial, venho pedir desculpas publicamente pelas minhas falas passadas dirigidas à deputada federal Maria do Rosário Nunes. Naquele episódio, no calor do momento, (…) retorqui afirmando que ela ‘não merecia ser violada’”, refere Bolsonaro num comunicado publicado nas redes sociais.

O caso ocorreu em 2003, numa acesa discussão entre Jair Bolsonaro, então deputado, e Maria do Rosário.

Mais tarde, em 2014, Bolsonaro voltou a repetir as declarações, afirmando na Câmara dos Deputados, e em entrevista ao jornal Zero Hora, que Maria do Rosário não merecia ser violada por ser “muito feia” e por “não fazer” o seu “tipo”.

O atual governante foi posteriormente condenado a pagar 10 mil reais (2.300 euros) de indemnização à deputada por danos morais e ainda recorre um outro processo criminal, que foi entretanto suspenso pelo Supremo Tribunal Federal (STF), já que no Brasil é proibido processar um Presidente por crimes cometidos fora do mandato.

Em maio deste ano, a Justiça determinou que o valor fosse pago em até 15 dias úteis e que Bolsonaro publicasse um comunicado de retratação.

Atualidade

Odivelas: Incêndio perto da estação de metro

Publicado

Mais de uma centena de operacionais combatem um incêndio que deflagrou esta tarde numa zona de mato, na localidade do Senhor Roubado, em Odivelas.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Lisboa revelou À Lusa que o incêndio está a ocorrer perto da estação de metro da localidade, mas não interfere com a circulação na ferrovia.

Também não existem habitações em perigo.

Continue a ler

Populares