Ligue-se a nós

Atualidade

Bebé recuperado do lixo em Lisboa vai para família de acolhimento

Publicado

O Tribunal de Família e Menores de Lisboa decidiu entregar a criança deixada pela mãe num ecoponto da capital, no início do mês, a uma família de acolhimento.

Segundo uma nota da Procuradoria-Geral da República enviada à agência Lusa, o juiz decidiu a favor da proposta do Ministério Público, “tendo determinado a substituição da medida de acolhimento residencial pela de acolhimento familiar, a título cautelar, a concretizar aquando da alta clínica da criança”.

A nota esclarece que o Ministério Público do Juízo de Família e Menores de Lisboa instaurou um processo de promoção e proteção a favor da criança, “no âmbito do qual foi decidido pelo juiz, desde logo e para salvaguardar a possibilidade de o bebé ter alta clínica no imediato, aplicar a medida cautelar de acolhimento residencial”.

Posteriormente, foi comunicada ao tribunal a existência de uma família de acolhimento selecionada nos termos da lei e o Ministério Público promoveu então que se procedesse à revisão da medida inicialmente aplicada, no sentido da respetiva substituição pela de acolhimento familiar, a aplicar também a título cautelar.

O Ministério Público salienta que “o processo de promoção e proteção se encontra em curso e no contexto do mesmo será delineado o projeto de promoção dos direitos e de proteção da criança”.

A mãe da criança, uma jovem sem-abrigo de 22 anos que abandonou o recém-nascido num caixote do lixo, no passado dia 05 de novembro, foi detida pela Polícia Judiciária (PJ) e está em prisão preventiva, indiciada da prática de homicídio qualificado na forma tentada (tentativa de homicídio qualificado).

Segundo a PJ, a mãe do recém-nascido agiu sozinha e nunca revelou a gravidez a ninguém, vivendo numa situação “muito precária na via pública”.

A ministra da Justiça visitou no passado dia 15 a mãe da criança na cadeia de Tires, dizendo no final do encontro que esta está bem de saúde e a receber tratamento psicológico.

Atualidade

Há um novo tipo de vírus a preocupar a Ásia

Publicado

Bactéria Vírus

A Coreia do Sul confirmou hoje o primeiro caso de um novo tipo de pneumonia viral, que apareceu na China no mês passado e já provocou a morte a três pessoas no país.
De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da Coreia do Sul, uma mulher chinesa, de 35 anos, que chegou de avião de Wuhan, uma cidade no centro da China onde a epidemia parece ter começado, foi diagnosticada com o vírus.
A mulher chinesa já foi colocada em quarentena.

Entretanto, as autoridades chinesas confirmaram hoje uma terceira morte causada por este novo tipo de pneumonia viral e revelaram a existência de dois casos em Pequim.

Pelo menos meia dúzia de países da Ásia adotaram medidas excecionais.

O número de pessoas infetadas com o vírus ultrapassa provavelmente o milhar de casos e é muito superior àquele avançado pelas autoridades locais, segundo investigadores britânicos.

Continue a ler

Populares