Ligue-se a nós

Atualidade

Avião descolou para Lisboa mas passageiros ficaram no Porto

Publicado

Na última sexta-feira, um voo da EasyJet que fazia a ligação entre Londres/Gatwick, em Inglaterra, e Lisboa, divergiu para o Porto. Horas depois, os passageiros foram informados de que o avião já tinha partido sem eles.

Devido a uma pista que se encontrava encerrada em Lisboa, o voo proveniente de Londres/Gatwick foi desviado e os passageiros saíram no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, recebendo a indicação que poderiam voltar a bordo assim que o avião fosse reabastecido, segundo o jornal britânico “Daily Mail”.

No entanto, os passageiros acabaram por ser informados que o avião já tinha descolado para Lisboa. Como compensação, receberam bilhetes de autocarro para prosseguirem a viagem e chegaram a Lisboa oito horas depois do que era previsto.

“A EasyJet confirma que o voo EJU8717 de London Gatwick para Lisboa no dia 12 de abril foi desviado para o Porto devido ao encerramento de uma pista em Lisboa”, refere um porta-voz da EasyJet ao jornal “Surrey Live”.

“Infelizmente, o atraso fez com que a tripulação excedesse o limite legal de horas de trabalho, e aos passageiros foram oferecidos vales e o bilhete de autocarro para Lisboa. Apesar disto estar fora do alcance da EasyJet , pedimos desculpa aos passageiros pela inconveniência causada e agradecemos pela paciência. A segurança dos nossos passageiros e equipa é a maior prioridade para a EasyJet”, justificou a companhia aérea.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

Pastel de Nata elogiado pela Bloomberg

Publicado

A Bloomberg, agência norte-americana, elogiou a especialidade portuguesa e prevê mesmo que se possa tornar “tão omnipresente quanto o croissant” francês.

A popularização do nosso pastel por supermercados, cafés e padarias por todo o mundo mereceu, por isso, destaque da Bloomberg.

“Uma sobremesa improvável está a caminho de se tornar tão omnipresente quanto o croissant“, começa por categorizar a agência. E se há uma década o pastel de nata “estava limitado à obscuridade”, agora a especialidade parece ser encontrada em cada esquina.

A simplicidade do bolo — que deve ser comido com as mãos e não de garfo e faca, como sublinha a Bloomberg — e a antiga origem da sua receita são duas das particularidades elogiadas no artigo.

E se o custo acessível que tem em Portugal reúne elogios, logo é feita a comparação com os preços praticados nas lojas de Londres, por exemplo, onde uma nata pode custar até três libras (cerca de 3,50 euros).

Segundo a agência, foi mesmo em Inglaterra que o Lidl chegou a vender dois mil pastéis de nata por hora nos seus supermercados britânicos.

Continue a ler

Populares