Ligue-se a nós

Atualidade

Acusada da morte de homem no Algarve atribui autoria do crime à ex-companheira

Publicado

Justiça

Uma das mulheres acusadas da morte de um homem em março de 2020, no Algarve, negou hoje em tribunal o envolvimento no homicídio, atribuindo a autoria do crime à outra arguida, sua ex-companheira.

Na primeira sessão do julgamento, Mariana Fonseca acedeu em prestar declarações ao Tribunal de Portimão, impondo como condição que a outra arguida, Maria Malveiro, saísse da sala, pedido que o tribunal aceitou.

Perante o coletivo de juízes, Mariana, enfermeira, de 24 anos, afirmou “que em momento algum” teve a ver com a morte de Diogo Gonçalves, de 21 anos, e que se pudesse “voltar atrás” teria feito “muitas coisas de forma diferente”.

A arguida reconheceu, no entanto, ter participado na ocultação do cadáver de Diogo – cujos restos mortais foram encontrados em Sagres e em Tavira -, mas alegou ter sido aliciada por Maria a fazê-lo, atribuindo-lhe, também, o desmembramento do corpo.

Atualidade

Telma Monteiro campeã europeia de Judo

Publicado

A judoca Telma Monteiro conquistou hoje a medalha de ouro na categoria de -57 kg nos Europeus em Lisboa, ao vencer na final a eslovena Kaja Kajzer, por ‘ippon’.

Telma alcançou o sexto título europeu e chegou à 15.ª medalha em igual número de presenças em Europeus, tornando-se a primeira judoca a conquistar ‘metais’ em 15 Europeus.

No combate diante de Kajzer, 15.ª do mundo e com quem Telma Monteiro tinha perdido em 2020, em Telavive, a judoca do Benfica, 10.ª, conseguiu pontuar para ‘ippon’, terminando de imediato o combate, aos 39 segundos do prolongamento (‘golden score’).

Antes da final, a judoca tinha vencido a experiente austríaca Sabrina Filzmoser (waza-ari), duas vezes campeã europeia e 31.ª do mundo, a belga Mina Libeer (ippon), 48.ª, e a kosovar Nora Gjakova, quarta e a grande favorita em Lisboa, como mais bem classificada dos -57 kg na capital portuguesa.

Continue a ler

Populares