Ligue-se a nós

Atualidade

Açores: Cerca de 900 passageiros da SATA poderão ser afetados pelo “Lorenzo”

Publicado

Cerca de 900 passageiros de voos do grupo SATA deverão ser afetados na quarta-feira pela passagem do furacão “Lorenzo” pelos Açores, segundo uma estimativa do gabinete de emergência da operadora aérea divulgada à agência Lusa.

O grupo SATA reuniu hoje o seu gabinete de emergência para tomar medidas que visam minimizar os eventuais impactos que a passagem do furacão “Lorenzo” pelos Açores venha a provocar nos voos programados.

Segundo o porta-voz do grupo SATA, António Portugal, em função do provável percurso do furacão – que “deverá afetar maioritariamente” as ilhas do grupo Central (Faial, Pico, São Jorge, Graciosa e Terceira) e Ocidental (Flores e Corvo) -, foram tomadas medidas de precaução em termos de instalações aeroportuárias e da frota da Azores Airlines e da SATA Air Açores.

De acordo com António Portugal, o gabinete de emergência da SATA, presidido pela vogal do conselho de administração Ana Azevedo, referiu que, além de estarem já “quantificados os voos e passageiros que poderão ser afetados por essas irregularidades operacionais”, já está “providenciada a respetiva proteção ou reencaminhamento ainda no dia e nos dias subsequentes”.

Estima-se que, no caso da Azores Airlines, que assegura as ligações do arquipélago com o exterior, sejam afetados 500 passageiros nos voos com as ilhas do Pico e Faial, nos dois sentidos.

No caso da SATA Air Açores, que garante as ligações interilhas, Flores, Corvo, Faial, Pico, Graciosa e São Jorge deverão ser atingidas, estimando-se que 400 passageiros sejam afetados.

O grupo SATA prevê a possibilidade de se realizarem “alterações no plano operacional que visam colocar rapidamente nos seus destinos os passageiros dos voos que eventualmente possam ser afetados pelo furacão”.

O furacão “Lorenzo”, que hoje passou à categoria 2 na escala de Saffir-Simpson, encontrava-se de manhã a aproximadamente 1.800 quilómetros a sudoeste dos Açores, mas está prevista uma “diminuição da intensidade nos próximos dias”.

Atualidade

Encontrado corpo de homem a boiar em praia de Cascais

Publicado

Praia

O corpo de um homem entre os 40 e os 50 anos foi encontrado hoje a boiar na praia da Parede, em Cascais, distrito de Lisboa, e o óbito foi declarado no local, avançou fonte da Autoridade Marítima.

“Não houve indícios de crime”, afirmou à Lusa o capitão do Porto de Cascais, Rui Pereira da Terra, acrescentando que, no entanto, a Polícia Judiciária já foi informada.

O alerta para o avistamento de um corpo a boiar na praia ocorreu pelas 11:45, mobilizando os bombeiros da Parede e operacionais da Autoridade Marítima, que removeram o cadáver.

“O Instituto Nacional de Emergência Médica esteve no local e confirmou o óbito”, informou Rui Pereira da Terra, referindo que o corpo vai ser autopsiado no gabinete do Instituto de Medicina Legal, que se localiza no cemitério da Guia, em Cascais, para saber quais as causas da morte.

De acordo com informação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), a ocorrência foi registada pelas 11:30, mobilizando nove operacionais e cinco veículos.

Continue a ler

Populares