Ligue-se a nós

Entretenimento

Academia de Cinema de Hollywood rejeita candidato português aos Óscares

Publicado

A Academia de Cinema dos Estados Unidos rejeitou a candidatura portuguesa do filme “Listen”, de Ana Rocha de Sousa, à nomeação para Melhor Filme Internacional, anunciou hoje a Academia Portuguesa de Cinema (APC), que abriu novo processo de seleção.

“Após análise do filme ‘Listen’ de Ana Rocha de Sousa, o ‘International Feature Film Executive Comittee’ considerou a candidatura não elegível e solicita o envio de um novo candidato com a máxima urgência possível”, pode ler-se no comunicado da academia.

A APC realça que “o fator de exclusão prende-se com um dos critérios de elegibilidade que obriga a que pelo menos 50% do filme candidato seja falado em língua não-inglesa”.

Aquando do anúncio de “Listen” como o candidato português, o presidente da APC, Paulo Trancoso, já havia explicado à agência Lusa que era possível escolher outro candidato.

“Esperemos que não haja entraves, só um comité específico fará a análise dos filmes. Mas não poderíamos coartar o filme a ser candidato. O filme tem língua inglesa, tem língua portuguesa, tem língua gestual, o contexto da linguagem está adequado, é uma história facilmente identificável que é sobre uma comunidade portuguesa”, disse Paulo Trancoso à agência Lusa, em novembro, quando o filme foi escolhido.

“Listen” foi o mais votado entre os membros da APC, numa escolha entre quatro filmes portugueses propostos a discussão: “Listen”, de Ana Rocha de Sousa, “Mosquito”, de João Nuno Pinto, “Patrick”, de Gonçalo Waddington, e “Vitalina Varela”, de Pedro Costa.

Estes três últimos filmes voltam a ser colocados à escolha, numa votação que vai decorrer entre as 00:00 de hoje e as 23:59 de domingo.

A 93.ª edição dos Óscares, prémios norte-americanos de cinema, está marcada para 25 de abril de 2021, em Los Angeles, nos Estados Unidos. As nomeações para os Óscares serão conhecidas em março.

Atualidade

Morreu Natália de Sousa

Publicado

A atriz Natália de Sousa, 73 anos, cofundadora da companhia Teatro Ádóque, que participou nos programas “Hermanias” e “O Tal Canal”, de Herman José, morreu ontem (quarta feira).

Isso mesmo confirmou à Agência Lusa o ator Paulo Vasco.

Natália de Sousa ficou conhecida como uma das “coelhinhas” que acompanhavam a personagem Tony Silva, em “O Tal Canal”, programa de que fez parte, integrada na equipa de base, liderada por Herman José, e para o qual compôs diferentes personagens.
A atriz residia em Setúbal e completaria 74 anos no próximo dia 25.

Continue a ler

Populares