Ligue-se a nós

Sem categoria

5G: Arranca hoje em Sines migração das frequências da TDT

Publicado

A alteração da rede de emissores nacional da televisão digital terrestre (TDT) arranca hoje em Sines, representando um passo essencial na implementação do 5G (quinta geração móvel).

Segundo um comunicado da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), o emissor de Sines mudará hoje de frequência por volta das 16:30, passando do canal 56 para o 43.

“A partir dessa hora, quem ficar com o televisor sem imagem terá que o sintonizar para voltar a ver televisão normalmente, como sempre aconteceu até aqui”, informa o regulador.

“No total, nesta primeira fase, que termina dia 27 de fevereiro, serão alterados 20 emissores, que incluem todos os do Algarve, alguns do Alentejo e o emissor de Sines do distrito de Setúbal. O processo prosseguirá depois para norte, estando prevista a sua conclusão no final de junho”, recorda a Anacom.

As pessoas abrangidas pela mudança ficarão sem imagem, sendo que a Anacom indica que “quando o écran da televisão ficar negro apenas será necessário fazer a sintonia da televisão ou do descodificador de TDT e todos continuarão a ver televisão gratuitamente, como tem acontecido até agora”, garantindo ainda que “é um processo simples”.

No dia 27 de novembro do ano passado teve lugar um teste piloto, no emissor Odivelas Centro, em Lisboa.

A Anacom teve ainda “a preocupação de assegurar que não será necessário substituir ou reorientar a antena, trocar a TV ou o descodificador, e ninguém terá de subscrever serviços de televisão paga. No caso dos condomínios/edifícios que tenham instalações com amplificadores mono-canal poderão ter de os substituir”, alerta o regulador.

A entidade tem uma linha telefónica de apoio gratuita, criada para o efeito, (800 102 002), que funciona todos os dias entre as 09:00 e as 22:00, para a qual as pessoas poderão ligar para esclarecer dúvidas e obter apoio na sintonia da sua televisão.

Caso seja necessário, a Anacom agendará uma visita a casa da pessoa para proceder à sintonia, com técnicos seus e gratuitamente, se o apoio telefónico não conseguir resolver a situação.

A Anacom tem previsto que o início do leilão para a atribuição de licenças 5G decorrerá em abril próximo e que a conclusão dos procedimentos de atribuição será entre junho e agosto.

Sem categoria

Covid-19: Estadia em Portugal de pessoas que vêm de áreas afetadas sem restrições – DGS

Publicado

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou hoje que não existem restrições à estadia em Portugal de crianças, jovens e adultos que regressem de uma área de transmissão ativa do novo coronavírus (Covid-19), mas faz recomendações.

Numa nota publicada na sua página da Internet, a DGS sublinha que não há restrições para quem regresse de área com transmissão comunitária ativa do novo coronavírus como o Norte de Itália, China, Coreia do Sul, Singapura, Japão ou Irão.

No entanto, a DGS aconselha que durante 14 dias essas pessoas estejam atentas ao aparecimento de febre, tosse ou dificuldade respiratória, devendo medir a temperatura corporal duas vezes por dia e registar os valores.

Aconselha também a verificarem se alguma das pessoas com quem convivem de perto, desenvolvem sintomas (febre, tosse ou dificuldade respiratória) e caso apareça algum dos sintomas referidos (no próprio ou nos seus conviventes), não devem deslocar-se de imediato aos serviços de saúde.

A DGS recomenda também as pessoas a ligarem para o número da Linha Saúde 24 (800 24 24 24) e a seguir as orientações indicadas.

“Lavar frequentemente as mãos, com água e sabão, esfregando-as bem durante pelo menos 20 segundos e reforçar a lavagem das mãos antes e após a preparação de alimentos ou as refeições, após o uso da casa de banho e sempre que as mãos estejam sujas”, são outras recomendações da DGS.

As pessoas devem também, segundo a DGS, usar em alternativa, para higiene das mãos, uma solução à base de álcool, usar lenços de papel (de utilização única) para se assoar, deitar os lenços usados num caixote do lixo e lavar as mãos de seguida e tossir ou espirrar para o braço com o cotovelo fletido, e não para as mãos.

A DGS recomenda ainda evitar tocar nos olhos, no nariz e na boca com as mãos sujas ou contaminadas com secreções respiratórias, permanecer em locais fechados e muito frequentados nos 14 dias após o regresso e evitar o contacto físico com outras pessoas.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2.800 mortos e mais de 82 mil pessoas infetadas, de acordo com dados reportados por 48 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 33 mil recuperaram.

Continue a ler

Populares